Neste texto eu vou te ensinar como conquistar o homem dos seus sonhos. Preparada?

“Você quer conquistar um relacionamento incrível com o homem dos seus sonhos?” Se você é mulher, é bem provável que você já tenha se deparado com algum anúncio nesse estilo pela internet. A maioria deles vendendo cursos para você aprender a conquistar o homem que você quiser e o principal: não deixá-lo fugir! rs. Pois bem, você vai aprender tudo isso AGORA. E de graça! Tá preparada?

A primeira coisa que você precisa entender, para não frustrar suas expectativas, é que o homem dos seus sonhos não existe. Quer dizer, existe no sonho, se não fosse assim, seria real. Dãaaaa! Pois é, sempre vai ter uma ex louca, uma penca de filhos na bagagem, uma barriguinha a mais, um cabelinho a menos, enfim… Mas ainda assim você pode sim encontrar alguém bem próximo do seu ideal. Para isso, você precisa saber quais são as características que você busca num parceiro e o grau de importância de cada uma delas para saber priorizar de forma correta.

Vou dar um exemplo: quero um homem alto, loiro, olhos azuis, milionário, bom de cama e com um corpo malhado. Percebam que nesta descrição fiz um mix entre o dito ‘senso comum’ do que seria um homem ideal e Christian Grey, que personifica grande parte disso. Feito isso, é preciso saber o que é mais importante e menos importante pra mim dentre todas as características enumeradas. Pois bem, comece a focar sua energia nos homens que tenham a característica que é mais importante pra você. Parece lógico, né? Mas não é.

Jamie Dornan encarna Christian Grey em 50 Tons de Cinza

Agora que você já sabe em quem focar sua energia, vamos para a parte de aprender como fazer essa pessoa gostar de você. Antes de começar, vou propor um exercício: se olhe no espelho. Você gosta do que vê? Se a resposta for sim, você já está muito perto de alcançar seu objetivo. Caso contrário, o caminho será um pouquinho mais longo, mas tão compensador quanto ou até mais. Sim, o primeiro passo para fazer o outro gostar da gente é a gente se gostar. Afinal, se nem a gente gostar da gente, como pode outra pessoa gostar? No filme “A Verdade Nua e Crua”, o personagem do maravilhoso muso gostoso Gerard Butler diz assim para a personagem da também maravilhosa Katherine Heigl: ‘Se nem você quer fazer sexo com você, quem vai querer?’ Eles estavam falando sobre masturbação. A frase é sensacional e resume muito bem a ideia toda.

Gerard Butler e Katherine Heigl em A Verdade Nua e Crua. Adoro esse filme!!!

Para você atrair pessoas que estejam de acordo com o que você deseja, você, antes de tudo, precisa se tornar uma pessoa atraente para essas pessoas, até porque essas pessoas não vão ficar com você por obrigação, certo? E a grande sacada é: antes de focar no outro, foque em você! Procure se conhecer melhor, saber o que realmente te faz feliz, do que você gosta, o que te dá frio na barriga, o que te move e por aí vai… Procure identificar também tudo aquilo que você sempre achou que era importante pra você mas que na verdade não é e você achava que era. Doido né? Mas acontece muito! Principalmente por influência de família e amigos.

Depois de fazer essa faxina, encontre seus pontos fortes, tanto físicos quanto traços de personalidade. Aprenda a valorizar mais e mais essas características, invista pesado nisso! Identifique também aquelas caractrísticas que você não gosta muito e procure alternativas para melhorá-las ou mudá-las (quando você não gosta mesmo) e busque também formas de não chamar tanta atenção para elas, disfarçá-las e valorizar o que você tem de melhor, entende? É exatamente isso que os comerciais e aplicativos de foto fazem, já pensou sobre isso? Faça você também no dia a dia para ser uma pessoa mais linda e vibrante sempre. Vale lembrar que a beleza está muito ligada à autoestima, vem de dentro! Se você estiver se sentindo bem com você mesma, isso passa para os outros.

Finalmente, quando você estiver feliz com quem você é e segura de si, você estará apta a conquistar o homem dos seus sonhos! (Ou a versão real dele rs). Tá, mas como? Simplesmente sendo quem você é. É isso que torna a mulher realmente incrível e magnética. Uau! Simples assim? Não! Porque isso não é nada simples. É um caminho mais ou menos longo dependendo de cada uma, mas que vale muito a pena ser percorrido. Ah! É importante alertar que, durante o trajeto, é bem possível que a sua ideia de companheiro ideal mude, pois talvez você perceba que algumas características que você achava que eram importantes pra você não são. Sabe aquela coisa que tudo muda quando você muda? É isso. Até seus relacionamentos. O resto é receita de bolo.

Relacionamento: paixão ou decisão?

Voltando de um treinamento de alta performance, me deparei com esta questão. Nestes eventos, é muito comum se falar em decisão. Porque tudo tudooooooo começa sempre com uma tomada de decisão. Você pode pensar, refletir, pensar mais um pouco, pensar em outra coisa, voltar a pensar sobre o que estava pensando, mas só quando você decide de fato é que tudo começa. Estava pensando na minha vida amorosa, na vida amorosa das minhas amigas e, de repente, percebi que, em todos os casos, faltava a tal “decisão”.

Nos cursos de alta performance, eles dizem que, quando você toma uma decisão, você se compromete com aquilo, você assume um compromisso com a decisão que você tomou: a decisão de fazer acontecer. Mesmo que, para isso, tenha que superar desafios, vencer obstáculos, enfrentar antigos medos. Afinal, você está comprometido com sua decisão.
Voltando para a questão da vida amorosa minha e das minhas amigas que eu comentei, parece que tudo vai bem do ponto de vista da paixão: existe sentimento, vontade de estar perto, carinho, admiração, atração, química… só falta uma coisa: a decisão.

mumia
Alguém aí está ou conhece alguém que está enrolado?

Tenho uma amiga que está enrolada há sete meses. Falta o quê? Decisão de assumir o relacionamento. Eu estou (tá mais pra estava vai) enrolada há uns dois e faltou o quê? Decisão pra levar a coisa adiante. Ah! Tem também uma outra amiga – esse caso é sensacional – que estava namorando há três anos, ele quis acabar o relacionamento mas continuam saindo. Ou seja: regrediram para o ponto da não tomada de decisão… Me pergunto por que é tão difícil decidir assumir um relacionamento?

Uma vez aconteceu o contrário comigo: com menos de um mês, me pediram em namoro. Confesso que me assustei, achei rápido demais e comentei com minha terapeuta na época que eu nem conhecia a pessoa direito pra começar a namorar. Ela disse na lata: “ué, e namoro não é pra isso? Pra conhecer?” Foi o que bastou para eu aceitar. Não vou entrar em detalhes e nem dizer que foi um relacionamento bastante conturbado e até traumatizante, ops! Falei! E não durou muito também. O importante é que eu decidi experimentar, dar uma chance. Não deu certo, paciência! Mas decidi tentar.

Tatiana-20180215-192
Já não está se relacionando? Assume oras! Por que a dificuldade em decidir?

Por que é tão difícil para algumas (muitas) pessoas fazerem o mesmo? A impressão que dá é que assumir um relacionamento hoje em dia tem o mesmo peso que um casamento tempos atrás – hmmm… isso rende um outro texto – e a tal pressão para casar foi deslocada para a pressão pra namorar. Será???

Só sei que a próxima pessoa que eu me envolver, além de sentimento, vontade de estar perto, carinho, admiração, atração, química etc etc… vai ter que apresentar certificado de treinamento em alta performance. E se for com foco em poder de decisão, melhor ainda!

Quer manter uma rotina saudável? Saiba o que fazer agora mesmo!

Manter uma rotina saudável é mais fácil do que parece. “Pequenas mudanças geram grandes resultados”. Já ouviu esta frase? Quando o assunto é vida saudável é a mesma coisa! Pequenas modificações na sua rotina e a inclusão de alguns hábitos simples são capazes de gerar efeitos surpreendentes no seu bem-estar. Confira a seguir algumas sugestões para você viver melhor:

Comece a ter uma rotina saudável antes mesmo de sair da cama

Você costuma acordar com o som do despertador? Experimente acordar apena com a vibração do celular. Quando nos aproximamos do nosso horário habitual de acordar, o corpo fica mais atento aos estímulos externos e só a vibração do aparelho celular costuma ser suficiente para nos fazer despertar, além de ser bem menos estressante. Se você acha arriscado, escolha uma música suave para despertar ao invés de um som estridente. Acredite: você vai acordar melhor.

Outro hábito simples e com efeito poderoso é o de se espreguiçar. Etá comprovado que o corpo e o cérebro levam tempos diferentes para despertar e o ato de se espreguiçar ajuda a equilibrar o ritmo dos dois. Quando você se espreguiça, lubrifica as articulações e libera endorfinas, aumentando a sensação de bem-estar. Apenas cinco a dez minutinhos se espichando na cama já são suficientes para você ter mais disposição no seu dia!

Tatiana-20180215-184

Espreguiçar-se faz parte de uma rotina de vida saudável.

 

Alimente-se bem

Ao acordar, adquira o hábito de tomar uma xícara de água morna com meio limão em jejum. Essa poderosa mistura limpa o organismo e ativa o metabolismo do corpo.Não se assuste se, nos primeiros dias, você sentir um certo desconforto gastrointestinal. Isso acontece justamente por causa dessa limpeza no estômago e intestino, mas os efeitos desagradáveis costumam desaparecer ainda na primeira semana. Espere entre 10 e 15 minutos para fazer a primeira refeição.

Tome café da manhã. Sempre! Certamente você já ouviu que o café da manhã é a refeição mais importante do dia e é mesmo! Afinal, é a primeira refeição após um longo período em jejum, essencial para nutrir o corpo. Lembre-se de consumir frutas, cereais integrais e .proteína. E cuide com o açúcar no café ou mesmo cereais matinais. Se não der pra tirar de uma vez, diminua a quantidade.

Ao longo do dia, lembre-se de beber água, este é um hábito que todos devem adotar. Uma forma simples de fazer isso é estar sempre com um copo ou garrafinha de água à mão. Quando sair de casa, lembre-se de levar a garrafinha dentro da bolsa, assim fica mais fácil de seguir a orientação. Manter o corpo hidratado é essencial para o seu bom funcionamento.

Escolha o melhor exercício para você

Para incorporar o exercício na rotina, é fundamental escolher uma modalidade que se adeque às características e gostos do praticante, isso vai evitar que você desista após começar. Ir a pé ao trabalho, descer um ponto de ônibus antes do destino, subir as escadas ao invés de pegar o elevador são pequenas atitudes que ajudam a alcançar os 30 minutos diários de exercício que os especialistas recomendam. Mas existem outras alternativas bastante divertidas!

Uma aula de dança, por exemplo, faz bem não apenas para o corpo como também para a vida social, já que, nestes lugares, é comum os colegas saírem juntos para praticar. O mesmo acontece nas academias, que estão cada vez mais inovando em aulas e modalidades diferenciadas que fogem à monotonia da musculação e ainda promovem maior interação entre os alunos. Prepare-se para receber convites para happy hours e eventos fora da academia, que também vão turbinar sua vida social.

Se for difícil colocar tudo em prática de uma vez, escolha apenas uma coisa e comece já! Depois que virar rotina, acrescente mais um bom hábito e assim por diante. Mudar hábitos leva tempo e a construção de uma rotina saudável deve ser feita de forma consciente e leve. Caso contrário, vira estresse e aí de nada adianta.