Ser feliz depende de nós

Já parou pra pensar sobre isso? Problemas e dificuldades todos têm, assim como bons momentos. Já me disseram uma vez que a vida é como um compasso de batimentos cardíacos: cheia de altos e baixos. Muitos desses altos e baixos estão fora do nosso alcance, são eventos externos, que fogem ao nosso controle. A forma como reagimos a esses eventos, porém, é responsabilidade exclusivamente nossa. É aí que entra a nossa responsabilidade ativa na construção da nossa felicidade.

Temos mania de associar o ‘ser feliz’ com questões pontuais: viajar nas férias, ir a uma festa, receber um aumento… Essas coisas são boas? Lógico que sim! Mas não é isso que vai determinar a nossa felicidade a longo prazo. Se você não estiver de bem com você mesmo e com uma atitude positiva perante a vida, nada disso adianta. Sabe aquela história que é melhor chorar em Paris que chorar no meio da rua? Geralmente falam isso quando alguém diz que dinheiro (evento externo) não traz felicidade. E não traz mesmo! Em ambos os casos você continua chorando! Logo, não está feliz em nenhuma das duas situações. É bom ter dinheiro? Lógico!!! É bom viajar? Claro que sim!!! Mas não é isso que determina a nossa felicidade. Este é o ponto.

chorar paris
Se você estivesse chorando numa Ferrari em Paris pouco importaria o fato de estar em Paris ou numa Ferrari.

Ser feliz vem antes de qualquer tipo de presente ou bonificação. É um compromisso que assumimos com nós mesmos e, na minha opinião, o mais importante de todos, pois assumimos o controle sobre a forma que vamos levar a vida. Quando nos comprometemos com a nossa felicidade, não nos deixamos abalar por qualquer coisa, ficamos mais tolerantes, menos rígidos com nós mesmos e com os outros à nossa volta. Isso significa ter que aceitar tudo? Não! Significa apenas que passamos a priorizar a nossa paz interior. A vida fica mais leve assim. Seguindo este mesmo raciocínio, naturalmente nos afastamos também das coisas que nos fazem mal, afinal, se estamos comprometidos com a nossa felicidade, pra que vamos ficar perto de coisas/pessoas que nos fazem sentir exatamente o oposto, não é mesmo?

Claro, há situações em que não podemos nos afastar completamente de pessoas e situações tóxicas, principalmente quando estas envolvem o núcleo familiar ou de trabalho. Mas podemos aprender técnicas e ferramentas que vão nos fortalecer e nos blindar nesse sentido, como uma armadura que nos protege do negativismo do ambiente. E sabe o que é mais incrível? Às vezes um simples sorriso é o suficiente! Sabe aquela história de que devemos sorrir pra a vida para que ela sorria de volta? É isso! Sim, eu sei, quando estamos querendo pular no pescoço de alguém, o mais difícil a fazer é sorrir e ser gentil com essa pessoa. Mas como todo exercício, à medida que incorporamos esse tipo de atitude na nossa rotina, vai virando hábito e ficando mais fácil com o tempo.

Copo meio cheio ou meio vazio? Você escolhe!

Ser feliz é, antes de tudo, uma questão de atitude e de escolha. Passamos a enxergar o copo ‘meio cheio’ ao invés de ‘meio vazio’. Passamos a valorizar mais as coisas boas da sua vida e menos as ruins. E nos sentimos gratos pelas coisas boas que temos. Pode parecer piegas dizer que tem gente que daria tudo pra ter o que nós temos. Mas é também uma verdade. E como fazer para enxergar todas essas coisas? É também um treinamento, um hábito que aos poucos vamos pegando prática até que ele se torna automático e parte de um estilo de vida feliz.

Ser feliz vem de dentro. É clichê, mas é verdade!

Sim, ser feliz depende de nós, mas não significa que seja fácil… Temos o poder de gerar essa mudança positiva na nossa vida e, de quebra, impactar de forma positiva também a vida daqueles que convivem com a gente. Se quisermos um ambiente mais positivo, podemos (e devemos) ser o agente transformador em prol da felicidade. Resumindo, se você quer ser feliz, decida ser feliz. E seja!!!

50 lições de vida que você precisa ler

Recebi esta mensagem por WhatsApp e acho que vale a pena compartilhar aqui. Pelo que pesquisei, essa mensagem já está circulando na web há bastante tempo, mas continua super atual. Vale pra quem, assim como eu, ainda não tinha lido e, pra quem já tinha visto, sempre é bom relembrar.

São 50 pequenas (grandes) lições de vida escritas pela jornalista norte-americana Regina Brett, que inclusive ja viraram livro tão grande foi o sucesso na internet. Na mensagem que eu recebi dizia que ela tinha 90 anos, mas ela vai completar 62 em 2018 rsrs…  Ela escreveu a lista quando completou 50 anos. Na mensagem que eu recebi falava também em 45 lições, aí, pesquisando, achei as outras cinco que faltavam rsrs.

regina-brett-foto

Regina Brett com seus livros 🙂

Sem mais delongas, segue a lista completa:

1. A vida não é justa, mas ainda assim é boa.
2. Quando estiver em dúvida, dê apenas o próximo pequeno passo.
3. A vida é muito curta para perdermos tempo odiando alguém.
4. Não se leve tão à sério. Ninguém mais leva…
5. Pague suas faturas de cartão de crédito todo mês.
6. Você não tem que vencer toda discussão. Concorde para discordar.
7. Chore com alguém. É mais curador do que chorar sozinho.
8. Está tudo bem em ficar bravo com Deus. Ele aguenta.
9. Poupe para sua aposentadoria começando com seu primeiro salário.
10. Quando se trata de chocolate, toda e qualquer resistência é em vão.
11. Sele a paz com seu passado para que ele não estrague seu presente.
12. Está tudo bem se seus filhos o verem chorar.
13. Não compare sua vida com a dos outros. Você não tem ideia do que é a jornada deles…
14. Se um relacionamento tem que ser mantido em segredo, você não deveria entrar nele.
15. Tudo pode mudar num piscar de olhos; mas não se preocupe: Deus nunca pisca.
16. A vida é muito curta para ser desperdiçada em intermináveis lamentos. Esteja ocupado vivendo ou esteja ocupado morrendo.
17. Você pode fazer tudo se começar hoje.
18. Um escritor escreve. Se você quer ser um escritor, escreva.
19. Nunca é tarde demais para se ter uma infância feliz. Mas a segunda chance só depende de você e de mais ninguém.
20. Quando se trata de ir atrás do que você ama na vida, não aceite um não como resposta.
21. Acenda velas, coloque os lençóis mais bonitos, use lingerie elegante. Não guarde suas coisas para uma ocasião especial. Hoje é especial.
22. Prepare-se bastante. Depois, deixe-se levar pela maré…
23. Seja excêntrico agora, não espere ficar velho para usar roxo.
24. O órgão sexual mais importante é o cérebro.
25. Ninguém é responsável pela sua felicidade além de você.
26. Encare cada “desastre” com essas palavras: Em cinco anos, vai importar?
27. Sempre escolha a vida.
28. Perdoe tudo a todos.
29. O que os outros pensam de você não é da sua conta.
30. O tempo cura quase tudo. Dê tempo ao tempo.
31. Não importa se a situação é boa ou ruim, ela irá mudar.
32. Seu trabalho não vai cuidar de você quando você adoecer. Seus amigos e seus pais irão. Mantenha o contato.
33. Acredite em milagres.
34. Deus lhe ama por que é Deus, não pelo que você fez ou deixou de fazer.
35. O que não lhe mata, certamente lhe torna mais forte.
36. Envelhecer é melhor do que morrer jovem.
37. Seus filhos só têm uma infância. Faça com que ela seja memorável.
38. Leia os Salmos. Eles tratam de todas as emoções humanas.
39. Vá para a rua todo dia. Milagres esperam por você em todos os lugares.
40. Se jogássemos nossos problemas em uma pilha, e depois víssemos os problemas dos outros, pegaríamos os nossos de volta.
41. Não faça auditoria de sua vida. Apareça e faça o melhor para sua vida aqui e agora!
42. Desfaça-se de tudo que não seja útil, bonito e prazeiroso.
43. Tudo o que realmente importa, afinal, é que você amou.
44. Inveja é perda de tempo. Você já tem tudo de que precisa.
45. O melhor está por vir.
46. Não importa como você se sinta, levante-se, vista-se bem e apareça.
47. Respire fundo. Isso acalma a mente.
48. Se você não pedir, você não ganha.
49. Produza.
50. A vida não vem embrulhada com um laço, mas ainda assim é um presente!!!

Uma ótima semana a todos!!! 😀